Clever Carly: O que os extrovertidos precisam em eventos

Planejando um evento para participantes extrovertidos? Confira aqui o que priorizar

Olá, queridos planejadores!

Em sua essência, criar reuniões diz respeito a aprender como atender diferentes tipos de pessoas. Não é nenhuma surpresa, então, a existência de muito material sobre como tornar as reuniões agradáveis para introvertidos. Por definição, introvertidos costumam ficar sozinhos e podem ser mais tímidos, traços que quase sempre contrastam com o ambiente social e animado de muitos eventos.

Por outro lado, porque extrovertidos são comumente vistos como efusivos, sociáveis e expressivos, características úteis em reuniões, eles muitas vezes ficam de fora do planejamento de eventos. A lógica parece ser: “Extrovertidos são efusivos e eventos são sociais; consequentemente, extrovertidos são os participantes perfeitos”. 

Mas esse pensamento não está correto. Primeiro, não existe participante perfeito. Embora extrovertidos possam se sair bem em situações sociais, isso não significa que se sobressaiam em reuniões.

Assim, vamos observar o que você pode fazer para que os extrovertidos se sintam à vontade e empolgados com eventos. 

1. Priorize a independência. 

Muitos extrovertidos são sociáveis e fazem amigos com facilidade, e mantê-los presos a uma agenda rígida é equivalente a cortar suas asas. Dar aos extrovertidos a liberdade de explorar, movimentar-se pela sala e conversar com os convidados à vontade realça seus pontos fortes e assegura uma experiência agradável para o participante.

Caso a sua reunião precise que os participantes passem muito tempo sentados, certifique-se de equilibrar a agenda com sessões de intervalo para que os convidados possam sair da sala. 

2. Ofereça uma agenda flexível.

Eventos em que os participantes podem escolher em quais sessões ou experiências desejam estar têm mais chance de aguçar o interesse de um extrovertido. Isso acontece porque, em poucas palavras, extrovertidos querem opções. Eles querem a chance de criar sua própria experiência (lembre-se da independência mencionada acima) e a liberdade de escolher em quais sessões desejam participar faz com que sejam um personagem ativo em sua experiência pessoal do evento. 

Em reuniões menores que não são tão flexíveis com relação às sessões oferecidas, peço a você que… 

3. Ofereça oportunidades de participação.

Precisa de voluntários para uma sessão? Nada melhor do que os seus participantes extrovertidos. Extrovertidos são indivíduos animados, e se estão em seu evento, há uma boa chance de serem apaixonados pelo propósito da reunião (como seria de se esperar!). Potencialize esse entusiasmo com oportunidades de ser ativo no evento. Talvez os convidados possam ajudar com demonstrações ao vivo ou compartilhar suas experiências fora do formato tradicional de pergunta e reposta, por exemplo.

4. Aposte na socialização.

Ser sociável é o ponto forte de um extrovertido, por isso intensifique o elemento comunitário da sua reunião. Coquetéis, café da manhã antes da reunião, atividades de formação de equipe: qualquer atividade que faça com que os convidados conversem e interajam deve fazer parte da agenda. 

Não esqueça as mídias sociais: dê à sua reunião uma hashtag exclusiva e incentive os participantes a entrarem em conversas com a comunidade on-line da sua reunião

Lembre-se, até mesmo uma pessoa que adora socialização precisa de tempo livre longe da multidão. Não faz mal, na verdade é necessário programar tempo sozinho na agenda, especialmente para reuniões de destino que duram vários dias. Acredite na palavra desta extrovertida: amo as pessoas e a energia em uma sala de reunião, mas quando chega o fim do dia, também adoro ficar sozinha. 

Planeje bem,
Clever Carly

Powered By OneLink